10/12/2015

Pássaros cantam












Pássaros cantam ao iniciar o dia,
num ato de alegria e amor,
como forma de gratidão ao Criador.


Cumprimentam-se a todos,
em diferentes tons e intensidades,
trazendo paz, felicidade e harmonia,
sutilizando a fria cidade.


É a natureza falando ao homem.
Para entender sua linguagem,
basta apenas um efêmero momento,
de abertura á percepção e sensibilidade.


Elza Ghetti Zerbatto

Publicado no Recanto das Letras em 8/06/2015

imagem: www.baixaki.com.br








02/12/2015

Suave facho de luz














Um suave facho de luz solar,
pela verde montanha a tocar.

O céu e a terra se comunicam,
um momento de benção divina,
faz a pele arrepiar,
enchendo de beleza a alma,
de quem permite-se observar.


Elza Ghetti Zerbatto


imagem: www.ultradownloads.com.br

25/11/2015

A faminta lagartinha












Uma faminta lagartinha,
devora com vontade,
as folhas de maracujá rapidamente.

Mal as folhinhas nasceram,
ainda estão pequeninhas,
e a levada mocinha,
sacia sua fome ansiosamente.

Nem deu tempo de florir,
os brotos acabaram de nascer,
mas nada se pode fazer,
afinal a lagartinha,
logo virará uma crisálida,
e depois se tornará,
uma linda borboletinha.

Voará para todos os lados,
encantando as pessoas,
com leve e alegre bailado.

A natureza é sábia,
para tudo há sempre uma razão,
o que para uns é destruição,
para ela é renascimento e transformação!


Elza Ghetti Zerbatto

Texto publicado em 04/01/2013 no Recanto das Letras

imagem: www.baixaki.com.br

19/11/2015

Cigarrinha cantadora










Canta, canta cigarrinha,
pela árvore a vibrar,
a primavera está chegando,
e ela vai se destacar.

Canta, canta cigarrinha,
sozinha ou com sua turminha,
uma pequena soprano,
que com sua uníssona melodia,
traz a todos sua ritmada harmonia.

Canta, canta cigarrinha,
pela terra ou pelo ar.

O que é mais interessante,
é a lição que ela nos dá,
esteja alegre ou esteja triste,
o importante é cantar.

Por onde ela passa com seu soar,
traz beleza e tristeza,
sua sonora presença,
deixa mais vibrante a natureza!

A amiga cigarrinha,
vem a todos mostrar,
que uma nova estação,
mais florida e bonita,
está prestes a despertar.

Elza Ghetti Zerbatto


imagem: www.baixaki.com.br

10/11/2015

Lá vem o terror das meias


















Estava tudo quieto no quarto quando de repente, ouve-se um burburinho vindo do guarda-roupa.
- Não quero ser rasgada. - diz a meia roxa.
- Socorro, o terror vem chegando! - diz a meia cinza.
- Meu Deus, não quero ficar furada.Minha dona ficará irritada e me jogará fora!
- E agora o que faremos?
De repente ouve-se um barulhão abrindo a porta.
Eram os cães da casa entrando no quarto, deixando tão apavoradas as meias que nem respiravam mais.
Momentos de tensão e medo no ar.
De repente a dona diz:
- Quem autorizou vocês a entrarem aqui?
- Fora, fora, fora!
E só se via a cachorrada abanando o rabo, e por sorte nenhum local foi urinado ou objeto roubado.
As meias suspiraram felizes e aliviadas.
- Ah! Essa foi por pouco amigas. - diz a meia preta.
- É mesmo. - diz a meia branca.
- O tal do Helio não nos pegou.
- Tomara que nossa dona nunca mais nos esqueça largada. - diz a meia roxa.
- Mais um dia de vida feliz meninas! - diz a meia cinza.
- Vamos descansar.
- É isso mesmo.Só se for agora. - diz a meia roxa.
E a paz retornou ao ambiente rapidamente.

Elza Ghetti Zerbatto


Texto publicado em 17/08/2015 no Recanto das Letras

03/11/2015

O gatinho na janela














Um lindo gatinho branco e preto,
entre  o vidro e o vão da janela,
está quietamente a observar,
o mundo barulhento e agitado,
com seu perdido olhar.

O que será que está,
a sua cabecinha a pensar?
Sonhará com liberdade de lá de fora,
ou com uma gatinha para namorar?

O distraído felino,
forma uma figura ímpar.
Como um  delicado bibelô,
na vidraça a enfeitar.


Elza Ghetti Zerbatto

Texto publicado em 5/5/2015 no Recanto das Letras

Imagem: pt.hallpic.com

27/10/2015

Alamanda amarela















Esparramada,
sob o muro de uma casa,
está a alamanda amarelada.

Borboletas e abelhas,
em festa voam animadas.

Beleza, cor e alegria,
quebram o cinza da cidade,
trazendo luz e harmonia.

Elza Ghetti Zerbatto

imagem: www.baixaki.com.br

20/10/2015

Borboleta preta e amarela









Voa feliz pelo céu azul,
a linda borboleta preta e amarela.

Faz vórtices dançantes,
encantando o expectador.

Pousa graciosamente,
na copa das floridas árvores.
Sua doce presença denota,
a chegada da primavera.


Elza Ghetti Zerbatto

imagem: pt.forwallpaper.com

A todos amigos que se dedicam á esta arte um feliz dia da poesia!

13/10/2015

Concurso Nacional de Verso e Arte (MICA)


Concurso Nacional de Verso e Arte

"Aromas, Cores e Sabores"

Flores e frutos do Brasil

Trabalho premiados com medalhas e menções honrosas










Venham conhecer  o talento das crianças e jovens brasileiros!

Exposição válida de 11 a 24/10/2015 

Espaço Cultural Conjunto Nacional

Avenida Paulista, 2073


As imagens e textos aqui postados pertencem ao MICA, e são usados para fim de divulgação com a autorização da proprietária do blog.



Para conhecer mais sobre o MICA acesse:
http://artmica.blogspot.com.br/


04/10/2015

Homenagem ao dia de São Francisco de Assis


Viva São Francisco de Assis, o protetor dos animais e patrono da ecologia!

Minha pequena homenagem a este dia tão especial!





Somente para quem tem sensibilidade

Quem maltrata os seres do reino animal nunca compreenderá:

- a delicada beleza do canto dos pássaros no início do dia.

- a revoada em bando e todos cantando com alegria.

- o pousar de uma borboleta numa perfumada flor, e seu bailar acrobático no céu.

- o ronronar de um gato pedindo carinho, e aninhando-se para dormir aos pés de seu protetor.

- a felicidade contagiante no olhar de um cão, e o abanar da cauda ao ver seu amado dono chegar.

- o trabalho cansativo e exemplo de união em equipe, das formigas para no inverno ter seu alimento conquistado.

- o intrincado e belo tecer artesanal da teia das aranhas.

- as várias espécies de bichos correndo pelas florestas, savanas, livres, felizes e convivendo em paz e harmonia, mesmo sendo cada uma diferente da outra.

- a desenvoltura, suavidade e leveza dos animais que colorem os mares e oceanos e equilibram o ecossistema.

- as abelhas sugando o néctar das flores e fazendo a alquimia, transformando-o em mel.

- o sentido mais puro e profundo de sentimentos de amor, bondade, lealdade, devoção, carinho, amizade, liberdade, fidelidade, companheirismo e compaixão.

Que a infinita Bondade e Misericórdia Divina possa tocar o coração e alma desses seres, que iludem-se ao pensar que ao aprisionar, judiar e matar os anjos do reino animal, ficarão ricos e felizes!

Elza Ghetti Zerbatto

29/09/2015

O dia das crianças está chegando...



Que tal presentear a criançada com lindas estórias?

Escolha uma das promoções, e embarque no mundo da imaginação!


1ª Opção:

A velha árvore que falava lançado em agosto de 2014 na 23ª Bienal de São Paulo.

Uma emocionante estória de amizade, entre uma árvore e uma garotinha contendo 68 páginas.

De 35 por 20 reais mais frete


Na compra de 2 volumes do A velha árvore que falava, você pode optar por frete grátis, ou ganhar a mais o livro Histórias para você dormir edição de natal 2013.








2ª Opção:

Histórias para você dormir edição natal 2013

Lindos e encantadores contos em 77 páginas de pura magia!

De 30 por 20 reais mais frete




3ª Opção: 

Histórias para você dormir 4 nas versões português e inglês

Coletânea de lindos contos infantis, com 164 páginas publicados
nas Bienais do Rio de Janeiro, e The Book Fair em Nova Iorque em 2012.





De 35 por 25 reais cada mais frete

Promoções válidas até o dia das crianças.


Formas de pagamento:

No envio pelo correio o pagamento é feito por depósito bancário.

No caso de entrega pessoal aceito quaisquer cartões de crédito ou débito.


Tempo de entrega:
Pelo correio de 3 a 7 dias úteis dependendo da localidade.


E-mail de contato: kunti.2001@gmail.com

21/09/2015

A delicada quaresmeira (homenagem ao dia da árvore)











Roxa ou rosada,
folhas bem verdes e alongadas.
Empresta ás ruas das cidades,
um pouco de sua delicada beleza.

Tipicamente nativa da Mata Atlântica,
és uma das mais bonitas árvores do Brasil.

Produz folhas o ano inteiro,
floresce entre janeiro e abril,
e também entre junho e agosto.

Por todos os cantos encanta,
a quem tem a sensibilidade de a admirar.

Por ser fácil de se cultivar,
adapta-se ás condições hostis,
crescendo bem em vários lugares.

Sua exuberância atrai,
desde os menores insetos,
e alegres borboletas,
até os mais elegantes pássaros,
que fazem seus ninhos em seus galhos.

Quaresmeira é uma das muitas bençãos,
da amada flora brasileira!



Elza Ghetti Zerbatto


Imagem: www.baixaki.com.br

16/09/2015

Concurso Internacional MICA (Movimento Infanto Juvenil Crescendo com Arte)










Exemplo/modelo ilustrativo da Fortaleza de Santo Antonio de Ratones, SC




"Castelos, Fortes e Fortalezas de meu país."

Projeto Internacional "Arte pela Paz" 18ª edição

Museu Florestal Octávio Vecchi

MICA - Movimento Infantojuvenil Crescendo com Arte

São Paulo - Brasil


Professor - Instituição: Realize uma pesquisa com seus alunos sobre o tema, tendo como objetivo o conhecimento e a valorização dessas construções, que embora tenham sido cenários de muitas guerras, são de grande importância histórica.
Incentive a retratá-los através da arte como belos modelos arquitetônicos
e que hoje celebram a paz.


Crianças e jovens devem ser  estimulados a preservar o meio ambiente, a responsabilidade social e, acima de tudo, a paz.
Não há paz onde não há qualidade de vida.


Por favor, divulgue este convite também para as crianças e jovens com idades entre
4 e 16 anos, de sua família, amigos, colegas de trabalho, vizinhos, professores, escolas, instituições que atendem crianças e jovens.
O trabalho também pode ser enviado em nome de um condomínio, em nome de uma empresa (os filhos e parentes de funcionários), em nome do clube, em nome de uma academia, em nome de uma biblioteca, ...... ou individualmente.



Veja o regulamento:  


Conjunto de Fortificações do Brasil são avaliados para re

ceberem o título de Patrimônio Mundial da UNESCO.



Imagem e texto pertencentes ao blog do MICA,  divulgados com autorização de sua proprietária.

10/09/2015

Posse na Academia de Letras de Goiás Velho


Bom dia amigos!

Compartilho com vocês mais esta conquista.

No mês de maio deste ano tive a grande alegria e honra, de ter sido convidada para fazer parte da Academia de Letras de Goiás Velho.


Agora sou Acadêmica Correspondente desta nobre instituição.

O evento ocorreu no dia 10 de junho de 2015, próximo á casa onde morou a poetisa Cora Coralina.

Como não pude estar presente, fui representada por outra pessoa.

Gratidão a todos que me indicaram. 

A todos uma excelente quinta-feira.

Abração com carinho

Elza Ghetti Zerbatto




















As fotos acima são de minha autoria

Informações sobre a Academia:
http://academiadeletrasdegoiasv.blogspot.com.br


Imagem Casa Cora Coralina: www.baixaki.com.br

02/09/2015

Alegria a primavera está chegando (acróstico flores e pássaros)





                                       Esporinha






Narciso






Enferrujado






Viuvinha




Alamanda
Lírio
Estrelícia
Girassol
Ranúnculo
Iris
Azaleia


Amarílis


Papoula
Rosa
Iberis
Macuco
Águia
Viuvinha
Enferrujado
Rolinha
Araponga


Embaúba-vermelho
Sanhaço
Tico-tico
Anu


Cravo
Hortênsia
Esporinha
Gérbera
Angélica
Narciso
Dália
Orquídea


Elza Ghetti Zerbatto

Imagens: www.flickr.com

27/08/2015

O amigo besourinho













Na folhinha da tritônia,
lá vai ele escalar.
Sobe lentamente,
e depois desce vagarosamente.

Será que o amigo besourinho,
está faminto?
Ou apenas tentando,
da chuva se proteger?

Um simpático menininho,
que no vasinho veio aparecer.

De vez em quando ele  some,
e depois volta,
com sua singela visita,
deixa sua passagem registrada,
sabe se quando retornará novamente,
para deixar a menina encantada.


Elza Ghetti Zerbatto

Texto publicado em 10/11/2014 no Recanto das Letras


Imagem: www.baixaki.com.br

21/08/2015

E a molecada cresceu...




Bom dia amigos!
Compartilhando com vocês a alegria de ter meus 8 netinhos agora um pouco mais velhinhos.
Todos os meus cães e o único gato são adotados, ou será que fui eu a adotada?
Minha molecada completa no dia 23 deste mês três anos de pura peraltice, barulho, alegria, e muitas risadas.
Também alguns momentos mais tristes, porém que depois se transformaram em vitórias.
E é claro para comemorar uma brincadeira que fiz com eles, no mês de maio deste ano, vestindo cachecóis, gorros e lenços para espantar o frio do inverno, e desfilarem na passarela da alegria.
Parabéns molecada!
Sou a vovó babona, que não resiste á meiguice e doçura de suas lambidas, patinhas dadas e caretas engraçadas.
Obrigado por me ensinarem o valor da real amizade, gratidão e alegria de viver sem frescuras.
Amo vocês!

Elza Ghetti Zerbatto


As fotos são de minha única e exclusiva autoria e pertencentes a este blog.

 Afrodite de cachecol e Helio













Atena á la Marley










Luna










                                     Selene






     Posseidon









    Odin










                                                                                 Thor











    Helio









    12/08/2015

    O amor em flor














    O amor em flor


    Uma pequena planta crescendo,
    de repente floresce,
    é o amor em flor,
    como forma de gratidão,
    trazendo beleza e harmonia,
    para quem sabe apreciar,
    com o olhar do coração.


    Elza Ghetti Zerbatto


    Texto publicado em 06/12/2014 no Recanto das Letras

    Imagem: www.baixaki.com.br

    05/08/2015

    A discussão no faqueiro








    No faqueiro da cozinha haviam talheres de prata, inox e também os de cabo plástico.
    Os garfos de prata se achavam muito importantes, afinal eram a prata da casa e usados somente em ocasiões especiais.
    Um certo dia, a cozinheira estava preparando os alimentos e ouviu um zum-zum-zum vindo do armário.
    - Meu Deus que barulhão é esse? - indaga assustada.
    E o que antes era um burburinho virou um falatório geral.
    - Saiam daqui seus talheres inúteis. - disse o arrogante garfo de prata.
    - Vocês não vêem que sem vocês o faqueiro é mais belo? - continuou  esnobando.
    A cozinheira pensou que estivesse ficando doida pois desde quando talheres falam?
    Ao fundo ouvia-se o choro que vinha das colheres, facas e garfos de inox e  cabo plástico.
    A cozinheira olhou e não acreditou no que presenciava.
    - Vocês estão brigando por quê? - indaga indignada.
    O antipático garfo de prata disse:
    - Quem é você para interferir na nossa conversa?
    A cozinheira pôs as mãos na cintura e disse:
    - Você é só um garfo como todos os outros, e só porque é de prata pensa que é o tal.
    - Mas eu sou o tal! - disse rindo o garfo de prata.
    - Coloque-se no seu lugar garfo metido.Todos os talheres são importantes no faqueiro independente do material que sejam feitos.
    Ao fundo ouviam-se os talheres de inox e cabo plástico, batendo palmas e rindo muito da bronca que o garfo de prata tinha levado.
    - O que realmente interessa é  sim a sua utilidade no dia-a-dia.
    - Não adianta ser de prata e nunca ser usado, pois você será apenas um enfeite.
    A turminha do inox e cabo plástico estava vibrando de alegria e assobiando muito, pois não imaginavam que iriam encontrar uma defensora humana.
     - Ha,ha, ha, viu só rapaz de prata? - disse uma colher de cabo plástico.
    - Mereceu! - disse um os garfos de inox.
    - A partir de hoje você garfo antissocial e sua turma ficarão isolados na outra gaveta para aprenderem a respeitar os outros talheres. - disse brava a cozinheira.
    - E ai de vocês se eu pegar esse papinho bobo de novo!
     - kkkkkkk, viu só bonitão, levou! - disse uma das facas de cabo plástico.
    - Agora chega galera! - disse a cozinheira.
    - Cada um no seu lugar e paz e harmonia para todos!
    - É isso aí! - gritou um dos garfos de cabo plástico.
    E a cozinheira voltou para seu trabalho mais feliz por ter resolvido um pequeno conflito doméstico.

    Elza Ghetti Zerbatto

    Texto publicado no Recanto das Letras em 17/05/2013

    Imagem: www.flickr.com

    28/07/2015

    Um olhar sobre a nossa casa




    Nossa casa é nosso:
                            lar,
                          altar,
         local de sonhar,
                  descansar,
                          amar,
                      agregar,
                   vivenciar,
             compartilhar,
                   abençoar,
      encontro familiar,
              porto seguro,
          farol no escuro,
    o território demarcado pelo muro,
                                                ninho,
                                             carinho,
                                             caminho,
                          sol após tempestade,
                        refúgio para amizade,
    equilíbrio e sossego para personalidade,
    um ponto de luz cósmica irradiando dentro da humanidade.

    Elza Ghetti Zerbatto

    publicado em 07/12/2010 no Recanto das Letras

    imagem: www.baixaki.com.br

    Tribos encontradas em ônibus (crônica)

    Tem gente que detesta andar de ônibus. Eu particularmente acho até divertido. Você encontra várias tribos misturadas, e ...