26/12/2014

Um feliz 2015 a todos!





A todos amigos e seguidores que estiveram presentes durante esse ano, desejo um 2015 de muita paz, alegria e harmonia.

abração com carinho a todos.


Elza Ghetti Zerbatto

imagem: www.esoterikha.com

22/12/2014

Feliz natal a todos amigos e seguidores






A todos amigos e seguidores que estiveram presentes, desejo um natal de muita alegria e harmonia.

Que a luz e a semente dessa data mágica, possa ser estendida ao longo de todo o ano gerando a cada dia mais paz.

Um abração com carinho
Elza Ghetti Zerbatto



imagem: www.glimboo.com

13/12/2014

Concurso Internacional "Arte pela Paz" - Tema: "Arte pela Liberdade das Aves de meu país - 17ª Edição


Trabalhos brasileiros na faixa de idade entre 4 e 10 anos

Menção Ouro

"A liberdade das ararinhas" 
 Felipe Ferreira dos Santos - São Paulo - SP



Menção Prata

"Pavões" 
 Thainá Saldanha Oliveira - 9 anos - Junqueirópolis - São Paulo



Menção Bronze

"Passarinho na gaiola não canta, chora" 
 Ana Clara de Negri Kantovitz - 7 anos - Piracicaba - São Paulo





Trabalhos brasileiros na faixa entre 11 e 16 anos

Menção Ouro

" A gaivota" 
 Adriana Jesus Pinheiro - 15 anos - São Paulo - SP



Menção Prata

"Trocando de lugar" 
 Rafael Flores Blumm - 12 anos - Novo Hamburgo - RS




Menção Bronze

"Tesourinha" 
 Ramon Schimidt - 14 anos - Campo Bom - RS



  

Trabalhos Estrangeiros na faixa de idade entre 4 e 10 anos

Menção Ouro


"Vamos manter a Beleza das Aves em Extinção"

Paramita Sheila Widjaja - 9 anos- Jakarta - Indonesia




Menção Prata

"Meus pássaros em liberdade" 
 Samara Wickrama - 7 anos - Chittagong - Bangladesh




Menção Bronze

"Um pássaro livre ao por-do-sol 
 Jagoda Miszkurka - 9 anos - Rybnik -Polonia





Trabalhos estrangeiros na faixa de 11 a 16 anos


Menção Ouro

" No coração, o sonho da liberdade"
Julius Dinapas - 16 anos - Klaipeda - Lituania



Menção Prata

"Brilho da Aurora"
Mirzarin Tasneen - 15 anos- Chittagarg- Bangladesh




Menção Bronze

"Arte pela Liberdade das Aves"
Emilija Kliciute - 16 anos - Klaipeda - Lituania





Trabalhos selecionados para a mostra e menções honrosas
http://artmica.blogspot.com.br/p/comissao-julgadora-adrianapereira-de.html

Todas as fotos aqui divulgadas pertencem aos participantes do evento e com a autorização destes, foram expostas no blog do MICA, que com  o consentimento da proprietária deste permite o uso para fins de divulgação.







09/12/2014

Participação no júri do MICA no concurso Internacional Arte pela liberdade das aves do meu país

Bom dia amigos!
Neste domingo dia 7 de dezembro participei do júri do MICA, (Movimento Infanto-Juvenil Crescendo com Arte).
O evento ocorreu no Museu Florestal Octávio Vecchi.
O tema foi Arte pela liberdade das aves do meus país, enfocando a valorização e o respeito por elas e todos seres da natureza como um todo.
Um valoroso trabalho que Maria José e sua equipe tem realizado ao longo destes 22 anos.
Entre os temas abordados estavam também em discussão, a importância da adoção de animais, e o belíssimo trabalho filantrópico feito por Marcelinho Protetor, que se dedica á causa animal desde 9 anos de idade, sendo considerado o mais novo protetor do Brasil.
Ele possui agora um sítio em Mairiporã onde cuida pessoalmente de mais de 150 animais variados resgatados, além do trabalho feito com as crianças da Favela do Sapo, na zona norte de São Paulo e resgates diários.
Para saber mais sobre seu trabalho basta acessar:
http://www.marcelinhoprotetor.com.br/
Num clima de alegria e descontração, pudemos participar tendo a difícil missão de escolha, entre tantos trabalhos feitos com carinho pela criançada do Brasil e do mundo.

Foto de minha autoria - Marcelinho Protetor explicando seu trabalho.




A sequência de três fotos abaixo foi retirada do blog do MICA, com autorização da proprietária com fins de divulgação.











Maria José, amiga e fundadora do MICA foto tirada pelo maridão.



As duas fotos abaixo com a amiga blogueira Eliany, da qual fui madrinha de seu blog antigo, foram tiradas pelo maridão.






Galera participante do júri e foto tirada por amigos do evento.



Foto tirada por um participante do evento.



Eliany, que sempre me apoia muito como escritora.
Fotos tiradas pelo maridão.





Para saber mais sobre o MICA basta clicar no link abaixo:

A todos uma excelente semana e um abração com carinho
Elza Ghetti Zerbatto

05/12/2014

Selinho da 3ª edição melhores do ano do blog Café entre amigos da amiga Patricia Gallis





Gratidão a todos amigos que sempre incentivam-me e aos 29 votos conquistados.
Foram vários blogs indicados e para minha alegria o meu estava entre eles.
Pequenos gestos de delicadeza e amizade fazem toda diferença, e nos provam que não devemos desistir,
por mais que hajam obstáculos. 
Um fim de semana repleto de alegria e energia positiva a todos.
 um abração com muito carinho
Elza Ghetti Zerbatto

24/11/2014

Livro sempre um bom presente.









O natal está chegando....

Que dar um presente diferente?

Livro?

Sim, por que não?

Aproveite para encantar a criançada, com lindas e emocionante estórias como esta.

Promoção especial de 25 por 15 reais mais frete,válida até terminar o estoque.

Corra e reserve já o seu!


Contato através do e-mail kunti.2001@gmail.com


O sonho de natal de Nina

Nina é uma menina sonhadora e tristonha.

Por ser muito pobrezinha e ver seus pais passarem muitas dificuldades para cria-la com seu três irmãos, desde muito cedo deixou de acreditar na magia do natal.
Todo ano via a garotada de sua rua feliz com os presentes ganhos e desejava  a mesma felicidade para ela e sua família.
No fundo de seu coraçãozinho o que mais queria era ganhar roupas novas e ter uma mesa com bastante comidas típicas de natal.
Muitas vezes via seus pais melancólicos e até chorando pois desejavam dar coisas boas aos filhos porém não podiam.
O que ganhavam mal dava para conseguir sustentar a casa.
No dia 24 de dezembro sonhou que um menino loirinho de cabelos lisos, de uns 8 anos chegava em sua casa com muitos presentes para ela e seus irmãos e pais.
Ela não acreditava que isso acontecia mas sorria e chorava ao mesmo tempo.
O dia transcorreu lento como sempre e seu pensamento estava distante, observando outras crianças, e pessoas passando de lá para cá com sacolas, rindo, agitadas e dentro de seu interior sentia um vazio intenso e angústia.
A noite chegou e sua mãe colocou na mesa algumas coisas que ganhara de sua patroa e duas vizinhas amigas.
Seus pais e irmãos estavam um pouco mais felizes por este ano, mas Nina ainda não sentia-se bem.
Sua mãe notando sua tristeza disse:
- Filha, este é o melhor natal que tivemos.
- Precisamos agradecer a Deus pelo que recebemos e a quem nos dou.
O pai intervém:
- Vamos fazer uma oração para agradecer essa mesa farta e pedir que no ano que vem, seja muito melhor para todos nós e as pessoas que não tem condições.
E assim todos oraram e pediram a mesma coisa.
Quando acabaram a oração e os pedidos, ouviram palmas de alguém ao longe vindas do velho portão.
- Nina, vá ver quem é. - disse a mãe.
E para a surpresa dela quem apareceu foi justamente o menino loiro do sonho.
- Quem é você?
- Sou um anjo do natal que veio atender seus pedidos.
- Como você adivinhou o que eu queria?
- Eu estava observando você lá do céu e senti sua tristeza.
- Resolvi trazer um pouco de alegria.
Nina chorava e ria como no sonho.
A mãe estranhou a demora de Nina e foi averiguar o porquê disso.
- Nina, o que aconteceu?
Ao vê-la com tantos pacotes, as lágrimas fluíram de seu rosto e ajoelhou-se agradecendo.
- Obrigado Deus por esta ajuda imensa.
- Nina, quem te deu isso?
- Um anjo do natal mamãe.
- Anjos não aparecem assim filha. 
- Sim, aparecem mamãe e eles escutaram nossos pedidos.
A mãe não se continha de tanta alegria e chamou o marido e os filhos para ver o milagre que acontecera.
Os pequenos rasgaram os pacotes com as roupas, brinquedos e  na imensa felicidade total, resolveram então voltar á mesa novamente e fazer uma oração para agradecer o que haviam ganho.
- Obrigado Deus pelos presentes enviados. - disseram em coro puxados pela mãe.
O pai diz:
- Crianças nunca devemos deixar de acreditar no natal e de agradecer por tudo o que temos, por menor que seja o presente.
E todos se abraçaram, pularam contentes.
Em seus corações a esperança ressurgiu e a certeza de que dali em diante os outros natais seriam diferentes.
A partir desse dia Nina começou a crer na magia do natal e decidiu que iria ajudar as crianças que como ela também eram pobrezinhas.
Uma esperança brotou como uma flor em seu coração e o anjo do natal, ao observá-la muito feliz ficou.
A partir de agora, a vida deles mudara para sempre.

Elza Ghetti Zerbatto


Texto selecionado e integrante,do livro Histórias para você dormir edição especial de natal da editora Literarte 2013





17/11/2014

João-de-barro construtor





O João-de-barro construiu seu ninho,
no alto das árvores para morar,
fez tudo com muito carinho,
para receber sua amada,
em seu novo lar.

João-de-barro quer ter um lugar,
para sua família abrigar.
Colocou amor e dedicação,
em cada pedacinho dessa singela construção.

Agora só falta achar,
uma companheira querida,
lindos filhotinhos ter,
e a sua abençoada vida viver.

Elza Ghetti Zerbatto

Texto publicado em 10 de outubro de 2014 no Recanto das Letras

Imagem: www.baixaki.com.br

10/11/2014

A taturana de listras











No meio da parede do corredor,
uma taturana diferente aparece.
Tinha listras laterais,
e grandes antenas!

Nina assim que a viu,
tentou a proteger,
tirando-a do lugar,
para os cães não a pegarem,
e até evitar de se machucarem,
com sua queimada de defesa.

Com uma pequena faquinha,
delicadamente encostou,
em sua peluda barriguinha,
e sem deixar cair no chão,
colocou-a no vaso de planta.

Ali ela estaria bem protegida,
e poderia tranquilamente passar,
de taturana a crisálida,
e finalmente uma linda borboleta,
haveria de se tornar.

Ufa, essa foi por pouco!

Viva a primavera,
com sua flores,
e alegres borboletas.

Viva a natureza!


Elza Ghetti Zerbatto

Publicado em 16/09/2014 no Recanto das Letras

Imagem: http://www.flickr.com/photos

04/11/2014

Os insetos e a chuva










Ameaça chover.
Dona Aranha não quis saber,
colocou suas patinhas para correr, 
e logo foi para sua teia se recolher.

Já pensou se a chuvarada a pega?
Ela nem sabe nadar.

A Dona Borboleta laranja aproveitou,
para dar uma pousadinha,
na azaleia branca.

Não se demorou,
e como é esperta,
rapidamente voou,
indo se abrigar,
na linda  árvore flor-da-china,
onde suas asinhas não vão se molhar.

A Dona Formiguinha,
coitadinha,
estava tão perdidinha,
que apressou suas patinhas,
e voltou velozmente para o formigueiro.

Dona Joaninha,
nem sequer apareceu.

Os piolhos-de-cobra,
para dentro da terra,
foram se esconder.

Os caracóis ficaram felizes,
esperando a chuva chegar.
Nada como um terreno úmido,
para poder se passear.

A chuva finalmente começou a cair.
Seus pingos estão cada vez mais fortes.
Muitos insetos podem ter medo,
mas nessa época de seca,
chover é um grande sinal de sorte!


Elza Ghetti Zerbatto

imagem: pt.wallpaper.com

30/10/2014

Fé e entrega










A fé o melhor caminho para curar as dúvidas e incertezas em nossa vida.
Quando reconhecemos nossos limites, e fazemos tudo o que está ao nosso alcance, e mesmo assim nada parece surtir efeito, resta-nos apenas somente nos entregarmos de coração  e alma ao Criador.
Pedimos que Ele nos guie para a direção mais acertada, independente da nossa vontade.
Que prevaleça sim a Vontade Dele, pois esta certamente é a melhor opção
e solução para todos os problemas.


Elza Ghetti Zerbatto

imagem: 
http://hdw.eweb4.com/out/1067287.html

20/10/2014

Odin, meu amado guerreirinho










Odin, 
meu amado guerreirinho,
Meu bebezão,
se eu pudesse ter,
o dom de te curar,
não deixaria  nada te acontecer,
e muito menos fazê-lo sofrer.


Humana e limitada,
e com muito ainda a aprender,
aprendo contigo a  persistência e paciência ter.

Determinado e sábio tú és,
perdoa-me se eu chorar,
ao ver-te tão debilitado.

Saiba que sou sua devota guardiã,
estou aqui para o que der e vier,
e como prova de amor,
e profunda gratidão,
deixo a ti toda energia de meu ser,
pedindo a Deus que me dê forças,
para que dentro de meus limites,
possa sempre te proteger.

Juntos sairemos desta,
e por mais demorado e difícil que seja,
não faltará garra para lutarmos.

Em breve você voltará a brincar,
seu rabinho já até voltou a abanar,
latirá fortemente,
correrá e irá participar,
das bagunças com seus irmãozinhos.

Sou grata a Deus,
e peço a Ele proteção,
para poder cumprir,
com dignidade e amor,
a minha missão.

Te amo Dinzão!


Dedicado com profundo amor ao meu Odin ( Dinzão)  que desde o dia nove deste mês, vem apresentando sintomas estranhos que foram diagnosticados como um Acidente Vascular Cerebral (AVC).

Apesar de ter apenas 2 anos e quase dois meses e neste momento está lutando com todas forças para se reerguer.

Se quiserem saber mais sobre esta grave doença basta acessar esse link e terão mais informações.

Estarei um pouco  mais ausente da página de vocês devido a isso.

Se notarem comportamentos como excesso de giros e quedas das pernas, falta de sentido de direção, não deixem de consultar rapidamente um veterinário, pois quanto mais rápido o diagnóstico mais chance de não ficarem sequelas. 

Uma semana de muita paz e harmonia a todos.
Um grande abraço com carinho

Fotos do Odin: primeira com 11 meses em 2013 e segunda em Primeiro de maio de 2014 já com 1 ano e quase nove meses.Todas fotos pertencem a este blog e são de minha autoria.







17/10/2014

Concurso Internacional Arte pela Paz 17ª Edição










Exemplo/Modelo Ilustrativo

Juliana Soares - 12 anos - São Paulo - SP


Projeto Internacional “Arte pela Paz”  17ª edição



Museu Florestal Octávio Vecchi
           

Movimento Infantojuvenil Crescendo com Arte                                                


Convidamos todas as crianças e jovens do Brasil e do Mundo para participarem do concurso.


Professor(a) - Instituição: Realize uma pesquisa com seus alunos sobre o tema, tendo como objetivo o conhecimento, a valorização com base no respeito e a preservação das aves do seu país.



Repasse para seus amigos, familiares, clubes, escolas, professores, condomínios, igrejas, .... do Brasil e do mundo.



Trabalhos realizados e enviados individualmente também serão aceitos.




Clique no link e veja o regulamento:


http://artmica.blogspot.com.br/p/arte-pela-liberdade-das-aves-do-meu.html














Imagens pertencentes ao MICA e  seu uso é autorizado para fins  de divulgação pela dona do blog.









13/10/2014

Tipuanas (poetrix)















Tipuanas

Chão forrado de tipuanas,
manto amarelo,

pequenas flores tão belas!


Elza Ghetti Zerbatto


imagem:  http://en.wikipedia.org/wiki/Tipuana

07/10/2014

A fadinha da espada-de-São Jorge








Numa noite estrelada e quente quase de lua  cheia, Luna foi estender a toalha de banho no varal.
Para sua imensa surpresa, eis que aparece junto aos pés da espada-de-São Jorge, uma linda e alongada fadinha dançarina.
Luna pensou:
- Será mesmo uma fada?
- Ou estarei equivocada?
- Talvez seja apenas um bichinho de luz.
Mas para tirar uma decidida conclusão, a ligeira e graciosa fadinha resolveu, para ela dançar então.
Subiu e desceu, voando muito pertinho e depois deu um rápido rodopio, sumindo de sua visão.
Luna pensou:
- Abençoada seja fada amada!
- Obrigada pela sua visita inesperada.
A presença desta meiga amiguinha deixou Luna muito feliz, e em seu coração esse momento tão especial ficará para sempre guardado.


Elza Ghetti Zerbatto


Texto publicado em 12/09/2014 no Recanto das letras
imagem: www.glimboo.com

30/09/2014

Anjinhos brincam de bailar









Anjinhos brincam de bailar,
ao ouvir Vivaldi tocar.
Anjinhos brincam de bailar,
nas nuvens e no ar.

Anjinhos brincam de bailar,
escalando os raios do sol,
sorridentes pra lá e pra cá.

Anjinhos brincam de bailar,
chamam animadamente as fadas,
 para na dança os acompanhar.
Um festival angelical,
de magia e beleza pelo universo a ressoar.

Anjinhos brincam de bailar,
fadas rodopiam agilmente como piões.
Nesse encontro inesperado,
a paz e a harmonia,
dão um toque encantado.


Elza Ghetti Zerbatto


Texto publicado em 07/07/2012 no Recanto das Letras

Imagem: www.glimboo.com

24/09/2014

Concurso Nacional Foto e Arte


Divulgando...

Alguns trabalhos selecionados para a Mostra





Milena Vila - 9 anos - São Paulo - SP






Naiara Foletto - 13 anos - Campo Bom - Rio Grande do Sul



Maria Luiza Santos - 10 anos - São Paulo - SP




Kaio de Jesus - Junqueirópolis - SP



Júlia de Santan'a - Junqueirópolis - São Paulo






Pablo Escolar - 10 anos - São Paulo -SP




Imagens pertencentes aos participantes, e divulgadas no blog do MICA, tendo autorização da dona do mesmo para divulgação aqui. 

http://artmica.blogspot.com.br

18/09/2014

A aranhazinha que queria namorar









Tinha é uma simpática aranhazinha.
Todos os insetos do jardim gostam de sua alegre companhia.
Vive sorrindo mas, ultimamente anda meio tristinha.
Quando chega o fim da tarde, recolhe-se na sua teia, e fica parada até anoitecer, observando a lua tão bela e prateada no céu.
Certo dia estava distraída demais e acabou soltando um suspiro tão longo, que a amiga joaninha veio ver o que estava acontecendo.
Rapidamente Tinha voltou á Terra assustada.
-Tinha, o que aconteceu contigo minha querida?
- Por que estás suspirando?
- Ah, joaninha querida, estou deveras triste aqui sozinha.
- Você está apaixonada Tinha. - disse a joaninha.
Meio embaraçada Tinha disfarçou, gaguejou e disse:
- Não é isso não joaninha.
- É sim amada.
 - Não precisa ter vergonha só porque está apaixonada.
- Eu não estou apaixonada. - insiste Tinha.
- Está bem Tinha, não está. - diz sorrindo a joaninha.
Os dias passavam e Tinha continuava a sonhar com um aranha macho com quem pudesse namorar.
Os amigos do jardim ficavam com dó dela, mas nada podiam fazer para ajudá-la.
Um certo dia o jardineiro veio cuidar do jardim, e começou a remexer a terra.
Tirou as ervas daninhas, plantou novas plantas, e uma enorme aranha vermelha passou por sua mão.
Apesar de estar acostumado com insetos, ele se assustou e acabou jogando-a longe.
Tinha viu a cena e foi correndo ver o que acontecera, quando ficou frente a frente com a aranha vermelha.
Era uma linda aranha macho vermelha. 
Os dois se olharam paralisados e depois Tinha correu.
Ele foi atrás dela para conversar.
- Ei menina qual é o seu nome?
Tímida como era respondeu em voz baixa:
 -Tinha.
-Como é o seu nome?
- Tinha.
- Venha aqui Tinha vamos conversar.
Tinha sentiu seu coraçãozinho bater mais forte e quase não conseguia falar.
- Meu nome é Tinho e estou perdido aqui.
- Você pode me ajudar?
Tinha ergueu os olhinhos devagar e disse:
- Claro que posso Tinho.
- Que engraçado temos nomes parecidos.
E ambos riram do comentário.
Tinha ajudou Tinho a voltar para sua casa-teia mas, não esperava que fosse se apaixonar por ele.
E após algum tempo numa noite de lua cheia, Tinho veio com um ramalhete de flores diversas para dar a Tinha.
Ela ficou encabulada mas suspirou de alegria.
- É para você Tinha.
- Quer namorar comigo?
Tinha sentiu suas patinhas tremerem de emoção e ficou sem palavras.
Tinho se aproximou dela deu-lhe um beijo e segurou-a pela cintura.
Tinha estava tão feliz que nem sentia o chão.
Finalmente após alguns longos minutos ela respondeu:
- Quero sim Tinho.
E os dois saíram abraçados pelo jardim, resolvendo ir até a teia de Tinha, para observar a linda noite de lua cheia.
Agora Tinha só suspirava de alegria e voltou a sorrir como antes.
Seus amigos também estão mais felizes de vê-la assim.
A amiga joaninha até fez, um lindo cachecol colorido para Tinha usar no inverno.
E com o cachecol enrolado em seu pescoço e Tinho ao seu lado, Tinha está deveras feliz perto de seu amado.

Elza Ghetti Zerbatto

Imagem: pt.forwallpaer.com

Texto publicado em 13/08/2014 no Recanto das Letras

Dia nacional do escritor e Sarau Casa de cultura Tremembé

Bom dia amigos! Comemoramos hoje o dia nacional do escritor. Essa data foi criada na década de 60 pela União Brasileira...