10/11/2015

Lá vem o terror das meias











Estava tudo quieto no quarto quando de repente, ouve-se um burburinho vindo do guarda-roupa.
- Não quero ser rasgada. - diz a meia roxa.
- Socorro, o terror vem chegando! - diz a meia cinza.
- Meu Deus, não quero ficar furada.Minha dona ficará irritada e me jogará fora!
- E agora o que faremos?
De repente ouve-se um barulhão abrindo a porta.
Eram os cães da casa entrando no quarto, deixando tão apavoradas as meias que nem respiravam mais.
Momentos de tensão e medo no ar.
De repente a dona diz:
- Quem autorizou vocês a entrarem aqui?
- Fora, fora, fora!
E só se via a cachorrada abanando o rabo, e por sorte nenhum local foi urinado ou objeto roubado.
As meias suspiraram felizes e aliviadas.
- Ah! Essa foi por pouco amigas. - diz a meia preta.
- É mesmo. - diz a meia branca.
- O tal do Helio não nos pegou.
- Tomara que nossa dona nunca mais nos esqueça largada. - diz a meia roxa.
- Mais um dia de vida feliz meninas! - diz a meia cinza.
- Vamos descansar.
- É isso mesmo.Só se for agora. - diz a meia roxa.
E a paz retornou ao ambiente rapidamente.

Elza Ghetti Zerbatto


Texto publicado em 17/08/2015 no Recanto das Letras
Foto  de minha autoria de meu netinho Helio, que inspirou esse conto.

3 comentários:

  1. rsss...Adorei e é bem típico esse gosto pelas meias,rs Aqui idem! bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. Perdi muitas meias e chinelos! Eles adoram!
    Beijos e feliz fim de semana.
    Amara

    ResponderExcluir


Comentários edificantes são sempre bem-vindos!
Comente, deixe seu link, me siga e retribuirei sua gentileza.
Obrigado a todos.

Tímida lua cheia

Tímida lua cheia, brilha fortemente no céu. Porém ao se olhá-la se esconde, em pequenas nuvens, que a encobrem secreta...