09/02/2015

Sem água sem vida






Dá dó de ver,
e de partir o coração,
a água está desaparecendo,
as represas estão secando,
as cidades vão virar sertão.

O bem mais abundante,
de toda natureza,
escasseia diariamente.

Como sofre a Mãe Natureza,
e também a população!

Responsáveis todos somos,
pela sua preservação,
devendo usá-la com inteligência,
respeito e sabedoria.

Fora o desperdício,
a falta de prudência,
o que se fez com ela anteriormente,
hoje reflete-se na falta de consciência.

A chuva que cai,
não é suficiente,
para trazer a sua abundância,
que haja mais equilíbrio,
sensibilidade e percepção,
ao manejá-la em nossas mãos.

Acorda gente!
Sem água não há vida,
precisamos correr contra o tempo,
largando os gastos excessivos para trás.

Façamos a nossa parte,
não esperemos pelas autoridades,
que Deus nos ajude,
e perdoe nossa ignorância,
mandando a chuva nos lugares,
onde for mais necessário.

Sem água sem vida,
caminhamos para o início,
de nossa auto-destruição.

Elza Ghetti Zerbatto

Texto publicado em 28/01/2015 no Recanto das Letras





3 comentários:

  1. Dá mesmo dó de ver! Que situação! Tomara a chuva caia onde precisa e que as pessoas a saibam preservar! bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. Dá um aperto no coração saber que isso já era esperado e as pessoas nunca se deram conta. Como nasci e cresci em meio à seca do Nordeste aqui sempre preservamos, reutilizamos água do banho que era em baldes , d ecaneca e o que sobrava ia pra dar descargas, a da roupa pra jogar no quaintal, a de levar verduras se usava para dar aos animais, ou regar plantas, e assim aprendi desde cedo a poupar. Bom que as pessoas fizessem smepre independente da quantidade que há nas represas e da quantidade de chuva que cai. Bjs e tem novidades no blog

    ResponderExcluir
  3. Oi Kunti, que caia muita chuva nos lugares onde tem pouca água
    beijinhos pedrinho

    ResponderExcluir


Comentários edificantes são sempre bem-vindos!
Comente, deixe seu link, me siga e retribuirei sua gentileza.
Obrigado a todos.

Tímida lua cheia

Tímida lua cheia, brilha fortemente no céu. Porém ao se olhá-la se esconde, em pequenas nuvens, que a encobrem secreta...