19/01/2015

O pássaro e o poeta










O vento balança as folhas pra lá e pra cá.
Sua brisa traz leveza,
uma suave pausa para  forte calor.

Enquanto o pássaro voa alto,
desliza suavemente pelo céu,
o poeta sonhador fica a invejar,
seus movimentos harmoniosos,
com vontade de ter asas,
e poder com eles brincar.

Outros pássaros surgem,
para participarem desta dança,
nesse momento de integração.

Uns pousam nos fios da rede elétrica,
outros passeiam pelos telhados,
ao fundo o sol quase se pondo,
o poeta se sente renovado.

Elza Ghetti Zerbatto

Texto publicado no Recanto das Letras em 4/11/2014

Imagem:  www.ultradownloads.com.br

2 comentários:

  1. Magnífica inspiração,Kunti! perfeita! bjs praianos,chica

    ResponderExcluir
  2. Obrigada Chica pela participação.
    Curte a praia pela gente aqui que está derretendo.
    abração com carinho

    ResponderExcluir


Comentários edificantes são sempre bem-vindos!
Comente, deixe seu link, me siga e retribuirei sua gentileza.
Obrigado a todos.

Tímida lua cheia

Tímida lua cheia, brilha fortemente no céu. Porém ao se olhá-la se esconde, em pequenas nuvens, que a encobrem secreta...